Viagem: Cumbuco – CE

Quem busca um destino no Brasil para passar as férias uma ótima opção é a praia de Cumbuco no Ceará. Localizada na região Nordeste do país, Cumbuco fica no município de Caucaia próximo de Fortaleza e das famosas praias Morro Branco, Canoa Quebrada, Lagoinha e Jericoacoara.

A praia de Cumbuco é linda, com água bem clara, uma paisagem típica do Ceará e com muito vento, o que torna forte a prática de Kitesurf, que é o surf com prancha utilizando uma “asa” que é impulsionada pelo vento. Por causa do esporte, Cumbuco se tornou sede de vários campeonatos o que movimenta mais ainda o turismo local, sendo alta temporada de Julho a Outubro, em que os ventos são mais forte e é período de estiagem.

cumbuco1

cumbuco6

Eu estive lá em Fevereiro e vou contar um pouco da minha experiência com estadia, passeios, comidas e vou dar algumas dicas de como aproveitar melhor esse lugar paradisíaco.

Programando a Viagem

Primeira coisa é decidir onde  vai se hospedar, os melhores sites para escolher e obter um bom preço são TripAdvisor em que você pode obter dicas e avaliações dos hotéis, Trivago e Booking para encontrar o melhor preço e Viajar Barato para encontrar pacotes.

É bom verificar se há transfer para o hotel e já reservar ou o que eu considero melhor opção para quem quer passear bastante pelas praias e conhecer lugares diferentes, alugar um carro de preferência 4×4, pois alguns lugares tem trecho de terra ou areia de difícil acesso e assim você pode fazer seus passeios tranquilos e sai bem mais em conta.

Uma coisa importante e que poucas pessoas fazem é dar uma olhada na previsão do tempo, ajuda muito na programação dos passeios e na escolha das roupas, apesar que no Nordeste o calor é intenso com chuva ou sol.

Onde Ficar

Em Cumbuco tem ótimas opções de hotéis e pousadas, mas quem quer aproveitar as praias e ainda ter uma boa piscina e comida o tempo todo a melhor opção é o Resort Vila Galé Cumbuco, que pertence a grande rede de hotéis Vila Galé de origem portuguesa e que está presente em quase todo o território nacional.

cumbuco2 cumbuco2-2

O Resort possui uma infra estrutura completa, com piscinas, bares, restaurantes, acomodações do tipo chalé e apartamento, quadras esportivas, academia, SPA, além de ter acesso direto a praia. O Vila Galé opera em regime All Inclusive, toda comida e bebida alcoólica ou não a vontade com grande variedade de acordo com a programação dos restaurantes e bares.

Passeios

Na própria praia de Cumbuco há opção de um passeio de Buggy, com custo de R$ 300,00 e capacidade para 4 pessoas, em que ele passa pelas dunas e você pode escolher se quer com emoção ou não, sendo que com emoção ele desce nos pontos mais altos das dunas tendo uma inclinação de quase 90 graus, realmente da um medo na hora, mas é super legal. Além disso ele passa em uma lagoa em que tem opções de diversão como tirolesa e skibunda e também faz uma parada na Lagoa da Banana, onde o rio encontra o oceano e tem uma paisagem incrível.

cumbuco3

cumbuco 4

A vila de Cumbuco tem ótimas opções de restaurantes e bares, sendo um bom lugar para almoçar e passar a tarde na praia. Todos os bares tem uma decoração bem caprichada, uns bem estilosos e outros mais delicados, tem muita variedade de comida e bebida, mas o que eu percebi que predomina são opções de massas, com alguns restaurantes italianos.

cumbuco5

É legal pegar um dia para conhecer alguns pontos de Fortaleza, que fica em média 30 min do município de Caucaia. Na parte da manhã da para ir a Praia do Futuro e conhecer alguns pontos históricos da cidade, mais a tarde é legal conhecer o Mercado Central que é enorme e possui vários artesanatos e de noite visitar a Feira Beira Mar, que também tem bastante artesanato e coisas típicas da região.

cumbuco - fortaleza

cumbuco artesanato

Há também outras praias próximas que da para visitar em 1 dia, geralmente no hotel há agencias de viagem com pacotes para grupos, então se estiver sem carro é legal ver a programação deles. Algumas opções são as praias de Morro Branco, Canoa Quebrada e Lagoinha, sendo que Morro Branco e Canoa dá para ser feito em um dia já que são próximas.

Outra praia que é a mais famosa do Ceará é Jericoacoara, fica aproximadamente 273 km de Cumbuco, dando umas 3 horas de viagem para ir e mais 3 horas para voltar. Existe a opção de fazer esse passeio em 1 dia, porém é muita coisa para conhecer em pouco tempo, então o ideal é passar pelo menos uma noite por lá para aproveitar melhor.

Como eu já havia dito lá em cima, a opção mais econômica para esses passeios é alugar um carro, pois cada opção que eu citei custa em média de R$ 50,00 a R$ 200,00 por pessoa. É bom lembrar que o sinal no celular é um pouco ruim nas praias, então o melhor é pegar um carro com GPS, assim não corre o risco de se perder.

 

0

Lugares: Oficina 74

Quem iria imaginar que um sítio em Jarinu transformaria radicalmente a vida de Tati e Dan, donos do Café Oficina 74, eles criaram um lugar incrível com muita natureza, produtos orgânicos, um cardápio com um toque britânico e tem até pista de bike.

oficina74-5

Ela de São Paulo, ele saiu de Londres para trabalhar no Brasil e seus destinos se encontraram para uma mudança que muitos desejam, mas falta coragem. Eles largaram seus respectivos trabalhos e foram morar em um sítio em Jarinu para viver do sustento da terra, começaram a plantar algumas verduras, mudar alguns hábitos e com muito trabalho duro e um processo intenso de adaptação conseguiram sobreviver sem o típico trabalho da cidade grande e ainda montaram o próprio café, com seu estilo impresso no ambiente e serviço.

Parece até história de filme, mas é a realidade e confesso que em meio ao caos de SP também tenho muita vontade de largar tudo e viver assim, de forma sustentável trabalhando com terra e artesanato, mas não tenho essa coragem ainda.

O Oficina 74 oferece um amplo espaço ao ar livre com vários nichos para se sentir o mais confortável possível, possui piscina e uma pista de bike para quem busca divertimento, quem quiser dar uma volta e conhecer um pouco mais da lugar pode dar uma olhadinha na horta e nas pequenas plantações. O brunch é sempre bem servido e no estilo britânico, com toque abrasileirado, tendo as opções de  pão bagel artesanal, ovos e o tradicional french toast (nossa rabanada) feita com pão de fermentação natural (sourdough), canela e mel.

O pão artesanal de fermentação natural é o maior sucesso, esse método é bem antigo e utiliza como ingredientes apenas farinha orgânica, água e sal, além de ter uma aparência muito boa de dar água na boca, ele é extremamente saudável e saboroso e deixa os pratos muito mais gostosos. Além disso o tradicional café preto é  preparado por diferentes processos sendo as opções apresentas no menu para os clientes escolherem.

oficina

oficina74-3

oficina74-7

oficina74-10

oficina74-12

oficina74-8

oficina

Foto: Oficina 74
Foto: Oficina 74

O Café está localizado á aproximadamente 60 km da entrada da Marginal em SP e vale super a pena essa pequena viagem para passar o dia nesse lugar incrível. Além disso, O Oficina 74 conta com infra estrutura para home office e B&B oferecendo oportunidade para você se hospedar e/ou trabalhar de lá, no meio da paz e do visual que somente o interior de SP pode oferecer, ele abre com frequência aos finais de semana, porém é sempre bom conferir nas redes sociais se estará aberto ou entrar em contato com eles.

Apesar do casal estar no meio do mato, eles estão super conectados, possuem um blog onde contam um pouco dessa experiência de viver com os recursos da terra, mostram um pouco de suas colheitas, preparação do café e do seu famoso pão, então mesmo com toda essa distância podemos ficar ligados no Oficina 74 através do blog e das redes sociais, inclusive seus conteúdos são muito legais e as fotos lindas.

Foto Oficina 74: Tati e Dan
Foto Oficina 74: Tati e Dan

Onde fica e contatos

Oficina74

Rua Um/ Travessa da Estrada da Servidao, 13240-000 Jarinu, Brasil
Funcionamento: Entrar em contato info@oficina74.com
0

Viagem: 5 Coisas para fazer em Miami além das compras, claro!

Quando pensamos em viagem, Miami é um destino muito popular e comum, principalmente entre os brasileiros. Ao andar pela famosa cidade da Flórida, nos deparamos com muitos, muitos brasileiros mesmo e falar inglês chega a ser meio raro. Miami tem diversos serviços direcionados a nós e encontramos atendimento em português em lojas, salões de beleza e restaurantes e, devido a muitos bairros hispano americanos, o espanhol é o segundo idioma local, depois do inglês.

Outro ponto que acaba nos levando à cidade é o clima, pois independente da estação do ano, o local possui um clima bem tropical com altas temperaturas quase o ano todo.

viagem miami

Mas, com certeza, uma das coisas que mais atraem turistas, brasileiros e de todo o mundo, são as compras. Miami é o paraíso das compras, existem milhares de promoções voltadas aos turistas e a cidade também possui preços mais baratos em relação a outros lugares do país, então, por mais econômica que a pessoa seja, é quase impossível deixar de comprar pelo menos umas lembrancinhas e umas coisinhas pra si mesmo.

Minhas mini-férias chegaram!! Wow! E sexta eu embarco pra lá, e já que quase todo mundo sabe que o lugar é o paraíso das compras,  pensei em pesquisar algumas coisas fora do óbvio pra eu fazer na cidade e compartilhar com vocês.

Coisas pra fazer em Miami, além das compras

1. Ir à praia

Parece estranho dizer isso, mas as pessoas não costumam ir muito à praia quando estão na cidade, eu mesma estive lá uma vez e não cheguei a entrar no mar.

img_5744

South Beach reúne praias maravilhosas e a região onde estão as praias mais populares e bonitas se encontram também as melhores e mais comentadas baladas. Então se você gosta de praia e de balada, dá pra se jogar sem medo.

img_5745

img_5746

Imagens: Camille Panzera/Melhores Destinos

Como o clima é tropical e bem quente as praias por si são um excelente passeio e rendem momentos relaxantes e ótimas fotos, pois a cor da água por lá é linda!

2. Visitar parques 

Miami abriga diversos parques urbanos com muito verde e, a maioria, com trechos de praia que são excelentes para uma visita rápida, um passeio relaxante com a família, pratica de esportes ao ar livre ou um piquenique diferente.

viagem miami park2

É possível saber um pouco mais sobre os parques no site a seguir: https://www.floridastateparks.org/, mas eu gosto de indicar alguns: Hammock Park, Lummus Park e Oleta Park. A maioria tem entrada gratuita ou bem baratinha, assim como o estacionamento.

viagem miami park1

viagem miami park3

Imagens: http://www.miamiandbeaches.com/

Também existem alguns parques em estilo safari e zoológico, mas animaizinhos presos e servindo de atração estão fora da minha lista desde a minha triste experiência em Lujan, na Argentina.

3. Assistir a um jogo ou show no American Airlines Arena

O local recebe shows e jogos excelentes e se estiver pela cidade na temporada de basquete, talvez terá a oportunidade de acompanhar uma partida. A modalidade é super valorizada por lá e o time local é o Miami Heat.

viagem arena1

A produção é sempre muito bem elaborada, digna de um espetáculo e lá você consegue sentir de perto aquele clima americano que vimos muitas vezes na TV e no cinema.

viagem arena2

viagem arena3

Imagens: http://www.aaarena.com e Javier Casares

Para acompanhar a programação e comprar ingressos, basta acessar o site do Ticketmaster.

4. Conhecer museus 

Sim! Isso pode soar um pouco diferente, afinal, ira para  uma cidade cheia de lojas e paisagens incríveis e ocupar parte do tempo indo a museus parece mesmo maluquice, mas Miami possui museus muito legais que valem a visita e podem ser oportunidade única, principalmente nas áreas de design e arte moderna.

viagem-museu1

Pelas minhas pesquisas, me interessei muito pelo Vizcaya Museum and Gardens, pois abriga vários jardins e atrações únicas, além de ser um dos pontos históricos da cidade, pelo Bass Museum of Art, que reúne obras  da Antiguidade, do Barroco e do Renascimento e pelo Art Deco Museum, dedicado à história de Miami Beach e de onde saem tours para para conhecer o Art Decor District, região com muito prédios de arquitetura única e típica da cidade.

viagem-museu2

viagem-museu-3

Imagens: http://guia-miami.com/http://www.themiamiartscene.com e http://www.miamiandbeaches.com/

Em dezembro acontece a Art Basel Miami Beach, que reúne obras de mestres e estreantes da arte moderna e contemporânea mundial.

5. Wynwood Walls

viagem-miami-0011

Algumas pessoas classificam o local como museu por fazer parte da cena artística de Miami, mas Wynwood era um bairro esquecido que passou ser revitalizado em 2009 e se tornou uma galeria de arte a céu aberto, onde as paredes de galpões de lojas abandonadas passaram a receber intervenções artísticas de grafiteiros famosos, como os Os Gemeos, brasileiros conhecidos mundialmente.

viagem-miami-009

viagem-miami-0012

Imagens: http://www.thewynwoodwalls.com/

O local tem sido um dos mais descolados da cidade, com diversos bares e restaurantes recomendados e, no segundo sábado de cada mês, acontece nas ruas do bairro Wynwood Art Walk, trazendo vários food trucks tour e exibições especiais. Lá é perfeito para boas fotos e se você gosta da Vila Madalena e do Beco do Batman, vai se identificar, com certeza.

Pesquisei vários outros lugares diferentes pra conhecer e fugir um pouco do roteiro das compras, mas não quis prolongar muito o post. Trarei mais dicas da viagem e aceito as sugestões de vocês também.

0

Lista da Bota: 10 coisas para fazer antes de morrer

Todo mundo tem em mente coisas legais que gostaria de fazer pelo menos uma vez na vida, muitas pessoas fazem uma lista e eu me incluo nesse grupo, tenho minha listinha escrita e resolvi mostrar um pouquinho dela para vocês.

lista-da-bota

Essa ideia é muito retratada em filmes que falam de pessoas que estão com alguma doença terminal, e é mais conhecida como coisas para fazer antes de morrer, mas também tem esse nome estranho Lista da Bota ou em inglês Bucket List que vem da expressão “bater as botas”. O  filme Antes de Partir (The Bucket List) mostra exatamente essa listinha e os personagens interpretados por Jack Nicholson e Morgan Freeman conseguem viver cada um dos itens e se divertirem como nunca.

Confesso que minha vontade de viver mais intensamente veio devido a um problema de saúde que passei na infância, ainda tenho asma, mas quando criança era algo incontrolável e muitas vezes senti que não iria aguentar. Minha primeira lista foi bem simples, queria poder correr e tomar chuva, coisas que para um asmático não é nada seguro, mas com o tempo cresci e fiquei praticamente curada, então pude riscar esses itens.

Todos sabemos que a vida não é para sempre então porque não começar agora a viver experiências incríveis? Cada pessoa tem algo que gostaria muito de fazer, muitas vezes isso envolve dinheiro, mas não pense nisso como um empecilho, para tudo tem um jeito ou promoção.

Esse ano consegui realizar grande parte da minha lista e vou compartilhar aqui 10 itens.

Minha Lista da Bota

1- Viver uma grande aventura.

Quem não deseja isso? Mas esse item não tem como planejar, ele simplesmente acontece e comigo foi assim, vivi grandes aventuras aqui no Brasil e nos EUA, histórias que vou lembrar para sempre.

2- Viajar sozinho.

Essa também já fiz várias vezes, é meio assustador no começo, mas é legal porque acabamos conhecendo pessoas novas e aprendendo bastante.

lista-da-bota-viagem

3- Morar em outro país.

Pude riscar esse item este ano que morei por um tempo nos EUA e foi uma das experiências mais incríveis que passei, aprender outra língua e outra cultura na raça, vivendo um dia de cada vez, isso é vida.

4- Fazer uma tattoo de viagem.

Eu já tinha feito uma tattoo a muito tempo, mas recentemente fiz minha segunda tatuagem e foi uma “travel tattoo” o que achei muito mais legal, por todo significado envolvido e pelo momento.

lista-da-bota-tattoo

5- Trabalho Voluntário.

Tem gente que não considera isso um item, mas eu achei a experiência tão legal de ajudar os outros e ter como pagamento o sorriso e a gratidão que entrou na minha lista e se mantem, porque sempre que tiver a oportunidade de ajudar alguém eu vou querer fazer.

6- Aprender uma língua nova.

Eu odiava estudar outro idioma, sei lá, não entrava na cabeça e ainda hoje não é tão fácil de aprender, mas quando comecei a falar inglês e me comunicar melhor com as pessoas, percebi o quanto é fantástico fazer isso e saber se comunicar em qualquer lugar do mundo, agora meu objetivo é aprender Frances, mas sinto que não vai ser fácil.

7- Viver um grande amor.

Todo mundo precisa amar e ser amado, por mais que pareça algo comum nunca vai ser, e eu tenho a sorte de estar vivendo isso todo dia.

semana-9-anne

8- Viajar para Machu Picchu.

Preciso muito! Ainda não consegui riscar este item, mas é meu sonho conhecer esse lugar cheio de boas energias e com uma paisagem de tirar o fôlego.

9- Nadar em um lago.

Esse era um sonho que nunca achei que conseguiria alcançar, na verdade nem estava na minha lista, mas consegui realizar quando estive nos EUA e foi uma experiência muito boa, por toda energia que senti, o momento perfeito, então ele entrou para minha lista e recomendo a todos!

semana11lago

10- Beber cerveja na Irlanda.

Sonho! Na verdade o objetivo é conhecer a Irlanda, mas é claro que o dia que eu fizer isso vou ter que tomar uma bela cerveja irlandesa.

Eu pensei em fazer uma lista genérica para escrever este post, mas mudei de ideia e achei legal mostrar um pouco da minha listinha pessoal mesmo, claro que existem muito mais itens e de tempos em tempos adiciono um novo, além dessa tem as de shows que quero ver antes dos meus artistas favoritos morrerem! Nesse caso nem sou eu que vou morrer, e já perdi alguns como o Dio que foi da banda Black Sabbath que chegou a fazer show no Brasil e eu nem vi, mas serviu como lição, agora estou mais esperta para essas coisas.

E vocês? Tem uma Lista da Bota legal? Então compartilha com a gente!

0

Experiência Americana

Durante todos esses meses que passei nos EUA eu mostrei nos posts da semana ao quadrado e em outros mais específicos sobre as diferenças, cultura e principalmente toda essa experiência americana que passei do começo ao fim e agora resolvi escrever sobre os melhores momentos aqui e também relacionar com alguns filmes e séries, pois tudo que passei foi como viver dentro de uma história que assisti no cinema.

Frio e Neve

Andar no Central Park e 5th Avenue em pleno auge do inverno foi inesquecível, não só pela beleza e por me sentir no meio de um daqueles filmes de comédia romântica ou em uma série como Friends, mas porque foi onde eu mais passei frio nessa vida, mesmo sem neve a sensação térmica era de muitos graus negativos, lembro que a temperatura registrada era -12 graus e estava congelante.

Várias vezes tive que fazer algum tipo de trabalho em dias de neve, é muito lindo ver tudo branco e sentir os flocos caindo nos cabelos, como Winona Ryder no filme Edward Mãos de Tesouras, mas também é assustador estar no meio de uma tempestade, um dia estava limpando um restaurante e no final fui levar o lixo em uma lixeira que ficava do lado de fora, abri bem o portão e entrei, mas no mesmo momento bateu um vento e fechou a porta, a trava que ficava do lado de fora fechou no impacto e eu fiquei presa, na hora eu comecei a gritar socorro desesperadamente com medo de ficar lá na neve por muito tempo, mas logo alguém apareceu e me tirou de lá, imaginei várias cenas nesse momento, mas talvez a melhor para representar meu medo seria o Jack Nicholson congelado no filme The Shining.

experiencia-americana-neve

Trabalhar em um Café

Essa experiência com certeza foi a melhor em termo de crescimento pessoal, pois trabalhar sem falar mesma língua e em um café super tradicional igual aos que tem em todos os tipos de filmes e seriados, realizando uma função completamente nova e morrendo de vergonha por não saber se estava fazendo tudo certo, foi algo muito desafiador e que me trouxe muitas lições de vida. Todo o momento eu me imaginei dentro de vários filmes de comédia e séries como Two Broke Girls e Gilmore Girl, era muito igual o estilo, o café na caneca enorme, as comidas e as pessoas, o jeito delas sabe? Foi muito divertido.

experiencia-americana-cafe

4th of July

Foi o melhor feriado da minha vida, além de um espetáculo em tanto foi meio maluco porque tive que ir dirigindo para Boston (detalhe que no Brasil faziam dois anos que eu não pegava no carro), o que me lembrou um pouco do filme Férias Frustradas, tive que achar lugar para estacionar e como a cidade estava lotada só deu para deixar o carro bem longe, então fui até o lugar dos fogos a pé e fiquei meio perdida, mas no final deu tudo certo. Havia muita segurança nas ruas pois Boston já sofreu ataque terrorista na maratona de 2013, então toda atenção não é de mais, houve um momento que passou até um avião caça no céu e quando ouvi o barulho pensei muito que podia ser um ataque, claro que não era, mas o medo de algo do tipo acontecer era grande.

Ver todo mundo sentado na beira do rio, fazendo pic-nic e comemorando esse dia, foi muito legal, depois os shows e os fogos encerram um dos meus melhores dias nos EUA. Quem quiser saber tudo o que rolou nesse dia clique aqui e veja o post completo do 4th of July.

experiencia-americana-4-de-julho

Camp e Lago

Graças a minha professora de inglês pude ter a verdadeira experiência americana ir para um camp e nadar em dois lagos lindos e com uma água deliciosa, isso sim foi muito filme, me senti em vários como 12 é Demais 2, Camp Rock e uns outros que não sei o nome mas passavam na seção da tarde. O primeiro lago foi o mais lindo de todos, com uma ilha no meio e muitas árvores em volta, além de ter sido minha primeira vez em um lago também foi a primeira vez que andei de caiaque, já o segundo não foi exatamente um camp, mas o lugar era um antigo camp que virou tipo um clube para as pessoas se reunirem e se divertirem, tanto jovens como gente mais velha.

Em relação a água o lago do camp foi melhor, era muito quentinha e fiquei horas nadando de um lado para o outro, também tinha um deck no meio onde dava para subir para tomar sol ou dar uns pulos legais, foi bem divertido e foi minha despedida dessa grande aventura.

experiencia-americana-camp

0

Tempo de Viajar: Diário de Bordo

Em um dos meus passeios em lojas de departamentos encontrei um lindo caderno de viagem que estou usando como um diário de bordo, que para quem não sabe é uma espécie de controle de viagem muito utilizado por navios e aviões, mas com o avanço da tecnologia existem meios mais modernos de fazer esses registros.

diário de bordo

A capa me chamou a atenção por ter vários carimbos de viagem, então decidi pegar para dar uma olhada por dentro, o que me deixou encantada principalmente por ter vários mapas, eu sempre adorei mapa (sou péssima na geografia em si, mas ok), tinha vários atlas na minha casa, até que sumiram e eu não achei mais um bom para comprar, fora isso eu também gostava quando ganhava alguma agenda com mapa no final, mas enfim esse caderno me deu essa ideia de criar meu diário relacionado apenas a viagens.

Dentro dele tem um envelope para guardar alguns documentos, como passagem, bilhete da mala e passaporte, tem também uma divisória de plástico para guardar cartões postais dos lugares por onde passar, possui 3 mapas sendo o primeiro das Américas, segundo Europa e África, terceiro Ásia e Oceania, ainda vem com uma cartela de adesivos para marcar os lugares que já visitou ou gostaria de ir um dia e alguns adesivos para enfeitar como avião, ancora e balão de diálogo.

diário de bordo divisoria diário de bordo mapa

Eu comecei meus registros com algumas informações dos lugares que passei e estou imprimindo as fotos mais legais de cada lugar com a Polaroid Zip, assim vou sempre me recordar das minhas viagens. Estou registrando algumas informações relevantes como numero de voo, itinerário e também coisas sem importância como frases da vida que eu me identifico e poemas de viajem.

Achei também um dos meus sonhos de consumo, um relógio com o mapa do mundo (já está virando vício essa história de mapa) para me acompanhar junto com meu diário de bordo, agora é só me planejar para o próximo destino que espero ser Machu Picchu, é meu sonho conhecer esse lugar tão mágico e especial.

diário de bordo anotacao diário de bordo relogio

Curiosidades

Já que estamos falando de diário de bordo ou Log Book (termo em inglês), vocês sabiam que ele foi criado na época das grandes navegações em busca de novas descobertas e foi chamado de Log, depois disso foi utilizado na aviação e então surgiu a “caixa preta” e mais tarde com a internet foi possível criar web log o que deu origem ao nosso querido Blog.

Onde achar

Travel Journal (Caderno de Viagem) – Target

Relógio Mapa do Mundo – Kohl’s

0

Comemorando 4th of July

O feriado mais importante dos EUA, o dia da independência mais conhecido como 4th of July, onde praticamente tudo para, empresas, mercados, restaurantes e tem grandes comemorações, shows gratuitos, desfile nas ruas, muitas bandeiras e muitos fogos de artifício. Eu pude comemorar junto com os americanos esta data tão especial e foi uma experiência incrível, cheguei a falar um pouquinho sobre no post da semana, mas me fez pensar que realmente a independência tem que ser comemorada dessa forma, com orgulho e muita festa, no Brasil eu nunca pensei dessa forma, achava apenas um feriado legal, sem dar muito valor, agora vejo com outros olhos, pena que não temos comemoração assim igual aos americanos.

Uma semana antes do grande dia já da para ver as casas decoradas, as ruas cheias de bandeiras, o povo alegre desejando feliz feriado para todos, uma energia muito boa no ar. Na véspera começam as comemorações, em muitas cidades realizaram show de fogos de artifício, eu fui em uma praia próxima de Boston onde havia música ao vivo, uma vista linda, com um céu maravilhoso, muita gente sentada nas pedras e na areia, o mar estava cheio de pequenos barcos e acho que havia uma fogueira no meio, não tenho certeza, só sei que vi um fogo lá no meio do oceano entre os barcos, uma paisagem de tirar o folego.

Quando começaram os fogos eu achei que era apenas um teste, até que eu descobri que não, eles não soltam vários de uma vez, primeiro solta um e quando ele desaparece no ar vem o próximo (sim foi muito estranho, mas foi bonito), dura em torno de meia hora e no final todos aplaudem o espetáculo.

4thofjulysky 4thofjulybeach semana13fogos

Então chegou 4 de Julho e fui até Boston no Charles River Esplanade onde rolou show gratuito de Little Big Town, Demi Lovato e Nick Jonas, nem precisa falar que estava lotado né? O lugar era tipo um parque linear na beira do rio, um cenário lindo, como tudo por aqui, as pessoas estavam com bandeiras ou acessórios com as cores dos EUA, tinha gente na cobertura dos prédios, na beira do rio, sentados na grama fazendo picnic, havia gente de vários lugares do mundo e também de várias cidades próximas.

Os shows foram muito legais, a Demi e o Nick cantaram algumas músicas juntos, como Close e  America the Beautiful, fora isso rolou Confident, Stone Cold, Cool for the Summer e um cover de Purple Rain do Prince interpretado por Demi Lovato, Nick Jonas cantou Chains, Desperado do Eagles e Jealous, a banda Little Big Town teve uma participação menor, mas foi muito legal também com músicas animadas que levantaram o público.

No final rolou a queima de fogos e dessa vez foi um espetáculo de verdade, soltaram vários de uma vez, enormes com as cores da bandeira, uns ainda faziam um smile, eles refletiam nas águas do rio, foi realmente lindo, durou cerca de 20 minutos e encerrou esse grande dia de comemorações.

4thofjulycharlesriver

4thofjulynickanddemi

4thofjulyfireworks

0

Um pouco diferente

Vivendo aqui nos EUA eu percebi algumas coisas diferentes do que eu imaginava antes, quando só me baseava nas informações que os filmes e séries passavam sobre as pessoas e a cultura, também  achei engraçado que tem coisas que o povo daqui acha normal e para mim as vezes não é tão comum.

Acho que todo mundo já ouviu a frase que os americanos são todos loiros de olhos azuis, eu pelo menos sempre ouvia isso e imaginava que era bem assim, claro que aqui tem muita gente com esse biotipo, mas como em qualquer lugar, tem todo o tipo de pessoas e aparências, o fato é que em geral a maioria tem cabelo claro mesmo, inclusive tem muita gente ruiva, não aquele cabelo vermelho pintado, ruivos de verdade de vários tons como alaranjado, avermelhado e acobreado, para nós brasileiros ruivo é o cabelo mais diferente e aqui é super normal, eu vejo um ruivo a cada esquina, mas eu descobri faz pouco tempo que eles acham lindo cabelo preto, o que já é super comum para mim.

diferente é normal ruivas

Aqui também o pessoal trabalha muito, digo os americanos mesmo, todos que conheço no café tem no mínimo 2 empregos, um de dia e outro a noite, então nas minhas contas deu 12 horas de trabalho por dia e costumam folgar apenas 1 dia que é para resolver coisas de banco, médico e tal (me lembrei muito do Julius do seriado Todo mundo odeia o Chris), fora isso a pausa para comer é rápida, apenas 10 minutos, claro que isso se aplica mais aos empregos em restaurantes, bar, lojas, agora os escritórios tem carga horaria igual aos do Brasil. Mesmo quando trabalhei em telemarketing em SP, eu e a maioria das outras garotas só tínhamos um emprego, então achei isso um pouco estranho no começo até que percebi ser normal por aqui.

diferente normal julius dois empregos

A forma de dirigir aqui é igual, as ruas e estradas são iguais, mas algumas coisas eu tive que aprender, como por exemplo em alguns faróis eu posso virar a direita mesmo com o sinal vermelho e se ficar parado nesse caso o povo começa a buzinar e colar na sua traseira, as vezes as pistas tem uma faixa no meio exclusiva para conversões a esquerda, assim não atrapalha o  trânsito. O que eu achei mais diferente foi o ônibus escolar (é aquele amarelão legal igual dos filmes) quando ele para e vai embarcar ou desembarcar algum estudante, na lateral tem uma placa vermelha de PARE, então todos os carros que estão na mesma pista ou na pista contrária tem que parar, é obrigatório, pois assim as crianças entram ou saem em segurança e falando de carro quando tem que abastecer no posto, é o próprio motorista quem faz, é só ir ao caixa e dizer que vai usar a bomba de numero “x” e quanto quer colocar, geralmente uso $10,00 que é meio tanque, então a bomba libera e é só abastecer, na primeira vez eu achei super divertido!

diferente é normal schoolbus

diferente é normal abastecendo

Além de tudo isso, as pessoas aqui são muito educadas e simpáticas, converso com todo mundo da cidade, todos dizem bom dia, tenha um ótimo dia, boa noite, obrigado e de nada, a gente se sente até mais feliz com tanta educação, um pouco diferente do stress de São Paulo, onde as pessoas mexem com você na rua, não respeitam nada, já aconteceu de eu ser xingada por atravessar a rua na faixa porque um apressadinho queria que eu andasse rápido, o que me faz sentir a educação das pessoas aqui algo encantador.

São muitas coisas diferentes e que aos poucos estou me acostumando, mas é muito legal aprender uma cultura nova e vivenciar tudo isso!

0

Um dia bucólico: O Lavandário de Cunha

Recentemente eu tive a oportunidade de conhecer a cidade de Cunha. Há alguns meses li algo a respeito do Lavandário na internet e coloquei na minha lista de lugares para conhecer perto de SP. Sou amante das lavandas há tempos e ter um local como esse tão próximo é incrível e vale cada segundo da visita.

A cidade fica a 241 km de São Paulo e por si é turisticamente conhecida como a “terra dos ceramistas” e possui diversos ateliês, mais ou menos 30, cheios de peças lindas, principalmente para decoração. A gastronomia do local é bem interessante e regional, um destaque é o restaurante Gnomo, muito conhecido e recomendado por ali . Além do Lavandário, outro ponto turístico bastante conhecido é a Pedra da Macela, de onde é possível ver o oceano e a a cidade de Paraty e ainda, existem diversos trekkings interessantes em Cunha.

O LAVANDÁRIO

Fui com o namorado e nosso objetivo era bem específico, O Lavandário, pois não tinhamos muito tempo. Mas com certeza, voltarei à cidade para conhecer as outras atrações e visitar as lavandas mais uma vez. 

Para chegar até lá pegamos a estradinha cheia de curvas, porém com paisagens lindas, nas montanhas a caminho de Paraty e não tivemos nenhum problema de localização, é tudo bem sinalizado.

Ao chegar já é possível sentir o aroma das flores no ar e é maravilhoso! Após subir um morrinho rsrsr fiquei de boca aberta com a paisagem linda que vi! E praticamente indescritível e eu queria ter fotos melhores para que conseguisse transmitir um pouco mais da beleza que existe lá.

lavandário 1

lavandário 2

Em 2008, a empresária Maria Fernanda Luiza teve a ideia de iniciar a plantação e hoje conta com mais de 25mil pés de lavandas. O local só começou a ser aberto à visitação em 2013 e lá existe uma casa provençal onde funciona uma lojinha e um café, onde tudo…TUDO é produzido com as flores. Têm bolinho, chá, café, sorvete e até tortinha salgada de lavanda, além dos produtos cosméticos super perfumados. Também há um espaço reservado para massagens terapêuticas e relaxantes feitas com óleos essenciais de lavanda.

lavandário casarao

O sorvete foi o item comestível que eu mais gostei. Tem um sabor super suave e docinho, mas sem perder toda a essência da lavanda. E o que é essa cor?! Linda demais!

lavandário3

lavandário 5

A cômoda vintage linda faz parte da decoração da lojinha. Linda, né?

lavandário 6

 

Esse cachorrinho lindo das montanhas, mora lá e interage com os visitantes. Eu fiquei apaixonada!

lavandário 7

O sol não estava muito aberto, apensar do céu azul e, como estávamos no finalzinho do outono e início do inverno, a plantação não estava mega florida, mas ainda assim fiquei encantada com a quantidade de flores que formam uma paisagem linda no topo da montanha. Fiquei lá aproveitando a vista, o aroma, a tranquilidade que o local transmite. Tirei algumas fotos, comprei algumas coisinhas na loja e experimentei um dos chás, o bolinho e dividi um sorvete com o namorado.

lavandário 8

lavadário 9

A única parte chata foi que perdemos o pôr do sol!

Como eu falei, comprei algumas coisinhas lá.

lavandário coisinhas

Além de ser a louca do café, também amo chá e não pude deixar de comprar um de lavandas pra deixar as noites mais calmas. Comprei também alguns aromatizadores, um de ambiente, 2 de carro, pra presentear e um de guarda-roupas, que esqueci de colocar na foto.

Mais uma foto do cachorrinho, porque ele é muito fofo e deixa o lugar ainda mais bonito!

lavandário 10

Tenho planos de voltar lá no período da primavera, para ver a plantação toda florida e ver o pôr do sol.

O Lavandário funciona de sexta a domingo e também nos feriados, das 10h até o pôr do sol.

Mais informaçõeshttp://www.lavandario.com.br/

0

Mudaram as Estações

Uma das coisas que eu fico mais encantada de ver aqui onde estou nos EUA, são as mudanças nas estações do ano, o inverno com neve, primavera toda florida, verão quente e outono marrom (não peguei outono na verdade, mas mesmo no inverno deu para ver um pouco como seria a paisagem). Para escrever sobre isso achei que o melhor título seria esse trecho da música do Renato Russo que tem uma linda interpretação da Cássia Eller e é a versão que eu costumo ouvir, a letra representa um pouco do momento que estou vivendo agora e a forma que eu estou vendo essas mudanças.

Outono/Inverno

Vou descrever as estações como se meus olhos pudessem falar, assim como o personagem Max pede para Liesel fazer no livro “A menina que roubava livros”, então vou começar pelo inverno, que foi a estação quando cheguei aqui, quando estava apenas frio lembrava o outono, as folhas secas no chão e as árvores peladas, mas os dias com neve eram mágicos, as árvores vestidas de branco, o tapete fofo de gelo sobre a grama fazia parecer estar nas nuvens, os flocos caiam como uma obra de arte desenhados simetricamente. Dirigir na estrada era a melhor coisa para se fazer, pois os olhos brilhavam com tanta beleza, nos dias em que eu acordava e a primeira coisa que via era o teto da casa do vizinho branco, eu já saia para a janela para sentir o ar gelado no rosto.

ny3

mudaram as estações inverno

Primavera/Verão

A primavera chegou e trouxe muitas flores e muito pólen, é engraçado como fica tudo coberto de pó amarelo, claro que a cidade é super bem cuidada também, pois só aqui para eu ver tulipas e lavandas nos canteiros das ruas, parece que todo mundo ficou mais bem humorado e as ruas cheias de alegrias, os passarinhos começaram a cantar e os dias foram ficando mais longos. O verão já está chegando e com ele o calor, quente igual ao Brasil, todo fim de semana é dia de praia e o por do sol que agora acontece quase 9h da noite é um espetáculo de cores no céu, amarelo, laranja, rosa e azul.

mudaram as estações primavera mudaram as estações céu

Durante esses meses tentei registrar as mudanças sempre no mesmo lugar e consegui mostrar um pouco da diferença no inverno, começo e final de primavera, o que não deve ser muito diferente no verão, apenas mais quente mesmo.

mudaram-as-estações

As vezes durante a correria do dia a dia a gente não percebe esses pequenos detalhes que são tão importantes para deixar a vida mais leve e feliz, eu não fazia isso em São Paulo, até porque é bem mais difícil em meio a tanto concreto e stress perceber alguma coisa, mas aqui eu aprendi a viver um dia de cada vez e dar valor nessas pequenas coisas.

0