Café: Por Um Punhado de Dólares – PPD

Que eu sou viciada em café não é novidade, né? Há alguns anos atrás a minha paixão pela bebida me fez começar a desbravar a cidade em busca de opções novas e com propostas diferentes. Depois que passei a trabalhar home office eu comecei a visitar as cafeterias mais para reuniões e, ultimamente, a maioria das minhas reuniões tem sido via Skype. Então decidi voltar com o habito antigo de conhecer cafés novos e porque não dividir com vocês?

Conheci o Por Um Punhado de Dólares através de uma hashtag no Instagram e fiquei morrendo de vontade de conhecer, principalmente porque une duas coisas que eu amo, cinema e café. O lugar é inspirado no filme de mesmo nome, clássico faroeste de Clint Eastwood.

A cafeteria é toda descolada, moderna, com uma decoração com estilo industrial. Há algumas máquinas de café expostas e o lugar oferece água à vontade.

A disposição das mesas é bem legal e o ambiente é ideal para um encontro descontraído entre amigos, mas também funciona para uma boa reunião.

Achei o atendimento muito bom e bem próximo ao consumidor, os baristas conversam com você no balcão, onde também está localizado o menu, em uma lousa na parte de cima e também estão todas as comidinhas para acompanhar sua xícara, em uma vitrine apetitosa.


Falando no menu, as opções de cafés são ótimas e com nomes muito legais, beirando ao engraçado, o que eles chamam de cafés sinceros e que eu adore Olha só: FUCKCOFFEE, GOZOLÂNDIA E ZICA MEMO e são preparados nos métodos, coado na hario e na prensa francesa. Há também os clássicos, espresso, macchiato, cappuccino, latte e mocha, além de irish coffee, café gelado e latte gelado.

Saindo um pouco da cafeína, você também encontra chocolate quente ou gelado, amendolate (chocolate meio amargo, leite e paçoca) e chocojack (chocolate meio amargo, leite e Jack Daniel’s), chás diversos, cervejas vinhos e coquetéis. E, entre as comidinhas, há sanduíches, bolinhos e tortas.

Minhas escolhas pra acompanhar a leitura de um livro, Dexter está Morto, foram o FUCKCOFFEE coado (servido na caneca do gozolândia hahaha), um café parcialmente forte e bastante encorpado e, pra acompanhar, um bolinho de aipim, que estava muitoo gostoso, o sabor me lembrou a infância.

Uma das coisas que achei mais interessante, foi a localização. O PPD fica no centrão de SP, entre a República e o Anhagabaú, uma parte da cidade que muita gente busca evitar, porque não conhece direito ou tem receios de frequentar por puro pré-conceito mas, pra mim, se tornou uma das melhores opções na região e um dos cafés entre a minha listinha de recomendações para um bom café e olha que muita, muita gente me pede dicas de cafeterias legais em SP. Então já fica a dica, super recomendo!

Você também pode comprar algumas coisinhas do café, como itens de preparo, hario e prensa e xícaras e canecas com o nome do lugar e dos inusitados cafés sinceros e os próprios cafés, moídos ou em grãos. Claro que eu tive que trazer alguma e optei pelo pacote do Fuckcoffee em grãos pra moer em casa e eu e meu namorado adoramos.

Cafés Sinceros 

Fuckcoffee: “Amargo como sua vida” – torra escura
Gozolândia: “Árido como seus comentários” – torra fashion

Toda a proposta do PPD é muito legal e se tornou um dos meus cafés preferidos, no qual eu pretendo levar vários amigos. O valor é amigo, com cafés a partir de R$ 4 e o ambiente é ótimo!

Localização: Rua Nestor Pestana, 115 – Consolação – São Paulo – SP

Horário: De segunda a sábado, das 10h às 22h

0

Compartilhe


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *